Samsung, Micron e Hynix são acusadas de cartel por escritório de advocacia nos EUA

O escritório de advocacia Hagens Berman entrou com uma ação coletiva contra Samsung, Micron e Hynix no tribunal do distrito norte da Califórnia. De acordo com a investigação da firma, o três fabricantes de DRAM combinaram os preços de seus produtos entre 2016 e 2017 com o propósito de aumentar os seus preços. 

Facebook perde quase U$50 bilhões
de valor de mercado em dois dias

Segundo o escritório, o aumento de 47% no preço das DRAM em 2017 foi o maior em 30 anos somente por causa desta combinação de preços feita entre as empresas. Como as três juntas chegaram a dominar 96% do mercado de DRAM em 2017, teria sido muito fácil fazer este cartel segundo a acusação. 

A ação coletiva vale para consumidores que compraram dispositivos com DRAM no período de julho de 2016 até fevereiro de 2018.  Ainda segundo a acusação, o crime foi interrompido abruptamente quando o governo chinês passou a investigar o assunto de perto. 

Esta não é a primeira vez que Hagens Berman tenta um ação deste tipo. Em 2006 o escritório conseguiu que fossem pagos U$ 300 milhões de dólares àqueles que pagaram altos preços em dispositivos com DRAM. A Samsung e a Hynix também foram condenadas a pagar uma multa coletiva criminal de U$731 milhões. 

Via: TechPowerUp
Tags
  • Redator: Neri Neto

    Neri Neto

    O universo geek faz parte do dia a dia, da vida, deste jornalista. Formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, Neri Neto é responsável por conteúdos diversos no Adrenaline. Ele adora tecnologia, cinema, games e descobriu ainda na infância que a linguagem dos vídeos seria perfeita para falar de tudo que ama. Neri também fala bastante em terceira pessoa, gosta de descontrair e está sempre nas redes sociais.

Escolha sua arma:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.