Vulnerabilidade afeta mais de 185 mil roteadores da TP-Link

Cerca de 185 mil roteadores da fabricante TP-Link possuem vulnerabilidades para execução de códigos de maneira remota, relatou o pesquisador de segurança digital Tim Carrington. Segundo ele, a falha afeta a linha TL-WR740N, e é basicamente a mesma que já havia sido encontrada na série TL-WR940N.

O problema é que ambos os dispositivos utilizam códigos-fonte que são, no mínimo, bastante similares. Isso, segundo Carrington, "é um gigantesco problema na indústria de Internet das Coisas".

No caso do WR940N, a TP-Link foi rápida e logo resolveu a falha, com um update que chegou em menos de uma semana. Porém, os roteadores WR740N são mais antigos, e não recebem atualizações há anos.

O pesquisador que descobriu a falha entrou em contato com a TP-Link em janeiro de 2018, com as esperanças de que a companhia resolveria as vulnerabilidade de maneira rápida, já que os códigos-fonte eram tão parecidos.

"Até que uma solução tenha sido disponibilizada pela TP-Link (não tenho ideia de quando isso vai acontecer...), garanta que seu roteador está usando uma senha forte e que você mudou as credenciais padrão".
- Tim Carrington, pesquisador de segurança digital

Em março, a fabricante relatou para Carrington que ela já tinha desenvolvido a atualização de firmware, mas até o momento o update ainda não foi disponibilizado para os usuários.

- Continua após a publicidade -

Foi por causa disso que o pesquisador resolveu divulgar suas descobertas e publicar um conceito de como explorá-las.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: Mundo Conectado
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.