Western Digital revela SSDs externos com até 16TB de capacidade

A Western Digital (WD) apresentou 3 novas linhas de SSDs externos de alta capacidade, chegando ao extremo de ter um produto com 16TB de capacidade e preços de até US$ 7,6 mil (R$ 26 mil na conversão direta). Todos os produtos anunciados hoje pela WD foram criados para atender às demandas de produtores de conteúdos.

Site oficial: SSDs externos da Western Digital

A linha mais cara é a G-Speed Shuttle, que chega com suporte para Thunderbolt 3 e é otimizada para suportar cargas de trabalho multi-stream em resoluções HD, 4K e 8K, assim como em realidade virtual (VR) e em efeitos visuais (VFX).

  

Estes SSDs trazem suporte em nível de hardware para RAID 0, 1, 5, 10  e 50. Eles estão disponíveis em capacidades de 8TB (US$ 5 mil, R$ 17 mil) e de 16TB (US$ 7,6 mil).

- Continua após a publicidade -

Já a linha G-Drive Pro chega com a capacidade de editar gravações em até 8K de múltiplas fontes numa taxa de quadros completa. Os produtos desta série também suportam renderizar os projetos de maneira rápida e assistí-los em sua resolução máxima.

Suas capacidades incluem transferir até 1TB de conteúdo em 7 minutos ou menos graças ao conector Thunderbolt 3. A conexão também permitir ligar os SSDs com até 5 dispositivos adicionais. Os dispositivos G-Drive Pro estão disponíveis em capacidades de 960 GB (US$ 1,4 mil, R$ 4,7 mil), 1,92TB (US$ 2,1 mil, R$ 7,1 mil), 3,84TB (US$ 4,1 mil, R$ 14 mil) e 7,68TB (US$ 7,6 mil, R$ 26 mil).

Para completar, ainda tem os produtos G-Drive Mobile Pro, que fazem tudo que a linha G-Drive Pro já faz, só que com menos capacidade e num design diferente. A unidade tem um projeto resistente a choques para ter maior durabilidade durante viagens.

De acordo com a WD, ela possui um núcleo de alumínio que impede super-aquecimento enquanto mantém um desempenho alto e consistente. A série G-Drive Mobile Pro é vendida em opções de 500GB (US$ 660, R$ 2,2 mil) e 1TB (US$ 1,1 mil, R$ 3,7 mil).

Via: Tweak Town, The Verge
Tags
ssd
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Qual vai ser o melhor game de setembro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.