Intel enfim lança novos (e mais baratos) chipsets para processadores de 8ª geração Core

Já temos os processadores da oitava geração Core, codinome Coffee Lake, desde outubro, porém até o momento a empresa vinha limitando as placas-mãe aos modelos Z370, os equipados com todas as tecnologias, e mais caros por conta disso. Enfim a empresa lançou hoje novos chipsets para atender diferentes segmentos de consumidores, introduzindo os chipsets H370, Q370, B360 e H310.

A primeira limitação é que essas placas não possuem seus multiplicadores desbloqueados, o que significa que não são voltadas para o overclock. A segunda limitação é nas linhas PCIe, sendo que esses modelos não serão indicados para uso em sistemas que combinem placas de vídeo (seja via SLI ou CrossFire). Os chipsets trarão diferentes configurações de portas USB, dispositivos M.2 e linhas PCI Express. Você pode conferir a lista completa de especificações na tabela abaixo:

Diversas fabricantes como Asus, Gigabyte e MSI começaram as vendas no país, e os primeiros modelos estão disponíveis com preços a partir de R$ 420 em modelos H310, enquanto os B360 estão custando a partir dos R$ 500.

A chegada dessas placas-mãe dão muito mais sentido para o line-up de processadores Coffee Lake, que até o momento só possuia as placas Z370 disponíveis, sendo que o custo desses modelos é a partir dos R$ 700 e essa linha traz recursos como suporte a overclock, algo que não faz sentido para quem comprou um processador de entrada e sem possibilidade de overclock, por exemplo. As placas H370 chegaram com um custo bem próximo dos R$ 700, o que faz com que essa linha não pareça muito mais interessante que a opção mais completa e que não traz um custo tão mais elevado.

Além dos chipsets, a Intel também apresentou diversos novos modelos de processadores, atendendo desde o perfil de entrada com modelos Celeron e Pentium até novas opções de I3 e i5.

Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.