Sem avisar, Nvidia está equipando alguns ultrabooks com MX150 mais fraca

A Nvidia lançou no ano passado a GPU móvel MX150 para ultrabooks, mas segundo uma descoberta do Notebookcheck, uma variante da placa de vídeo com 36% menos performance também está disponível no mercado sem a empresa avisar os consumidores.

Durante testes envolvendo produtos equipados com a MX150, o pessoal do Notebookcheck descobriu que existem duas variantes da GPU, a 1D10, lançada no ano passado, e a 1D12, que possui desempenho reduzido.

Em relação a performance, a versão 1D10 possui 1469 MHz de clock base, 1532 MHz em boost e 1502 MHz de frequência de memória. A GPU equipa notebooks como o MSI PL62 e o Asus Zenbook UX430UN.

A edição "capada" traz 937 MHz de clock base, 1038 MHz em boost e 1253 MHZ de frequência de memória. Como mencionado anteriormente, a diferença de performance é de cerca de 36% entre os dois modelos. A versão 1D12 foi encontrada em dispositivos como o Lenovo IdeaPad 320S, ZenBook 13 UX331UN, Xiaomi Mi Notebook Air 13.3, HP Envy 13 e ZenBook UX331UA.

- Continua após a publicidade -

Em todos os casos, não foram encontrados indícios claros de que os notebooks possuíam a GPU com menos poder. Como descreve o TechPowerUp, a compra de um computador com MX150 pode ser uma "loteria", já que o consumidor só consegue descobrir qual versão da GPU equipa o notebook após rodar ferramentas de testes.

A Nvidia ainda não comentou oficialmente sobre o assunto. Em seu site, a companhia não lista as especificações da GPU detalhadamente, trazendo apenas informações básicas sobre o produto.

Via: NotebookCheck, TechPowerUp
Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Qual vai ser o melhor game de setembro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.