A cada dois segundos, um jogador de PUBG morre com golpe de frigideira

A PUBG Corp, subsidiária da Bluehole responsável por PlayerUnknown's Battlegrounds, revelou diversas estatísticas sobre o período de acesso antecipado do game que mostram a popularidade do battle royale. Segundo a desenvolvedora, a cada dois segundos, um jogador morreu com um golpe de frigideira, mais de 3 bilhões de Buggys foram dirigidos e 5 bilhões de armas M416 foram utilizadas por jogadores.

Em relação aos dados brutos (e talvez mais relevantes), a Bluehole disse que mais de 26 milhões de cópias do game foram vendidas desde a chegada do game ao Steam Early Acess, em março do ano passado, até o lançamento da versão 1.0, em dezembro de 2017. No mesmo mês, o jogo também chegou no Xbox One, onde mais de 4 milhões de cópias já foram vendidas.

Microsoft anuncia bundle do Xbox One S com PUBG

O número de jogadores, principalmente no PC, varia bastante de acordo com as ondas de banimento. Só no mês passado, mais de 1 milhão de contas foram banidas pela utilização de trapaças no game. Enquanto os bugs e a otimização eram o problema no Early Access, os cheaters se tornaram o maior nêmesis de PUBG após o lançamento da versão completa.

- Continua após a publicidade -

Voltando para os números, a PUBG também diz que o game já teve um pico de 3,1 milhões de jogadores simultâneos e mais de 2,7 bilhões de horas jogadas ao todo, o que dá mais de 310 mil anos.

PlayerUnknown's Battlegrounds é o game que popularizou o gênero battle royale, onde jogadores são colocados em uma ilha para se matarem até apenas um sobreviver. O título está disponível para PC e Xbox One, mas se os planos da Bluehole derem certo, o jogo pode ir até para o cinema.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: PUBG
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.