UNICEF pede ajuda aos gamers para minerar Ethers e ajudar crianças na Síria

Apesar da mineração não agradar os gamers que querem comprar uma placa de vídeo nova, a UNICEF está pedindo que jogadores de PC com hardware mais potente entrem na onda das moedas digitais por uma boa causa: ajudar crianças na Síria.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância lançou a campanha Game Chaingers, que vai levar dinheiro vindo da criptomoeda Ethereum para auxiliar as cerca de 9 milhões de crianças na região em guerra. A Instituição pede que jogadores de PC, fãs de e-sports ou pessoas que possuem um PC potente entrem nesse site para se cadastrar, informando as especificações do sistema e configurando o software de mineração.

As criptomoedas mineradas coletivamente são enviadas para a conta da UNICEF e quanto mais pessoas ajudarem, mais fundos serão angariados para a causa. A iniciativa tem como objetivo encontrar novos doadores para causas humanitárias.

Segundo o Engadget, a maioria das pessoas que contribuem financeiramente com a UNICEF possuem mais de 50 anos. Com essa campanha, a empresa está pedindo poder de processamento ao invés de dinheiro propriamente dito, o que abriria portas para mais pessoas ajudarem.

De acordo com a UNICEF, o software de mineração da caridade só ocupa uma parcela do processamento do computador e ajudar na causa não vai aumentar o consumo de energia ou prejudicar o sistema.

- Continua após a publicidade -

Você pode conferir mais informações sobre a campanha Game Chaingers neste site.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: Engadget
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.