CEO da Intel vendeu US$ 11 milhões de suas ações antes da divulgação do Meltdown

Brian Krzanich, o CEO da Intel, vendeu o equivalente a US$ 11 milhões de suas ações na empresa logo antes da divulgação da vulnerabilidade dos processadores Intel fabricados nos últimos 20 anos, dando origem aos possíveis ataques que ficaram conhecidos como Meltdown e Spectre. Foi vendido um total de 495.743 ações, deixando Krzanich com apenas 250.000, o mínimo exigido para o executivo manter seu cargo.

A empresa se posicionou em defesa da transação, afirmando que ela não está em nada relacionada à divulgação da falha dos processadores, o que poderia configurar numa prática de informação privilegiada. Em declaração, a Intel diz que essa venda já estava programada faz tempo e esse tipo de "despejo" de ações programado é, de fato, muito comum no meio empresarial.

As ações da Intel, como seria de se esperar, caíram com a divulgação do problema. Foi uma redução de mais de 4% no valor, mas elas ainda se mantêm acima do preço de venda que tinham quando Krzanich negociou as próprias ações. Enquanto isso, as ações da AMD subiram mais de 7% no período.

Fonte: Gizmodo
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.