Google suspende a venda do tablet Android Pixel C com processador Tegra X1

A Google suspendeu de maneira discreta as vendas do tablet Android Pixel C. O modelo foi lançado em 2015 como um dispositivo inteligente, porém, de acordo com análises, o software do produto e o processador Tegra X1 não funcionavam muito bem com o ecossistema do tablet. O Pixel C não está mais disponível para compra na loja online da Google.

Todos os aplicativos Android deverão suportar arquitetura 64-bits até 2019

Abaixo, a declaração da empresa:

"Como é comum quando um dispositivo está em desuso, estamos agora aposentando o Pixel C, e ele já não está disponível para venda. No entanto, estamos dispostos em atualizá-lo e oferecer suporte, incluindo a atualização recente do Android 8.0, para que os clientes possam continuar usando da melhor forma seu dispositivo. Nosso recém-lançado Google Pixelbook combina o melhor de um laptop e um tablet para aqueles que procuram um dispositivo versátil."

"Como é comum quando um dispositivo está em desuso, estamos agora aposentando o Pixel C, e ele já não está disponível para venda. No entanto, estamos dispostos em atualizá-lo e oferecer suporte, incluindo a atualização recente do Android 8.0, para que os clientes possam continuar usando da melhor forma seu dispositivo. Nosso recém-lançado Google Pixelbook combina o melhor de um laptop e um tablet para aqueles que procuram um dispositivo versátil."

O Pixel C foi uma experiência da Google para mostrar que o Android poderia funcionar bem como um tablet com processador poderoso, mas não se tornou tão popular quanto o iPad. De acordo com o Android Police, a URL que encaminhava para a compra do Pixel C agora leva os usuários para o Chromecast.

- Continua após a publicidade -

Fonte: The Verge
Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.