Emirados Árabes bloquearão serviços do BlackBerry em outubro

Mais uma vez empresas de comunicação e governos de países conservadores entram em conflito. Depois de disputas como China vs Google, a vez agora é da disputa entre o governo dos Emirados Árabes e a RIM, produtora do BlackBerry. O governo Árabe irÁ bloquear os sistemas de e-mail e mensagens de texto dos smartphones devido a uma disputa sobre o controle da informação realizado no país. O sistema de alta criptografia utilizado pela RIM estÁ impossibilitando o controle estatal sobre as informações que circulam nos Emirados Árabes.

O conflito esta centrado na tecnologia exclusiva da RIM. Enquanto outros smartphones e celulares disponibilizam o acesso a tecnologias de e-mail acessíveis na internet, como Gmail e Yahoo, os celulares BlackBerrys usam software próprio, com alto grau de criptografia e circulam em um servidor fechado da própria companhia. Desta forma, o governo Árabe não consegue manter o controle dos conteúdos que circulam pelos aparelhos da RIM,  principalmente no que se refere a "atividades subversivas".

A RIM jÁ foi alertada em 2008 pelo governo indiano, que teriam suas atividades encerradas por conta do bloqueio ao conteúdo. A empresa se recusou a ceder as informações, porém envio representantes para negociar com o governo. A Índia atualmente não apresenta ameaças de interromper o funcionamento dos BlackBerrys.

Hoje existem 500 mil aparelhos BlackBerry operando nos Emirados Árabes, a maioria em Dubai, principal centro econômico do país.

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Qual vai ser o melhor game de setembro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.