Estados Unidos declara que Coreia do Norte espalhou vírus WannaCry

O ransomware WannaCry foi uma das principais epidemias cibernéticas do primeiro semestre de 2017 e, segundo o governo dos Estados Unidos, a Coreia do Norte é culpada por espalhar o malware mundialmente.

Em um artigo publicado no Wall Street Journal, Thomas Bossert, que trabalha na equipe de segurança interna de Donald Trump, disse que os Estados Unidos possuem evidências suficientes para declarar a Coreia do Norte como culpada pelo devastador ciberataque.

"Outros governos e companhias privadas concordam. O Reino Unido atribui o ataque à Coreia do Norte, e a Microsoft rastreou o ataque a cybercriminosos vinculados ao governo da Coreia do Norte"
Thomas Bossert

"Outros governos e companhias privadas concordam. O Reino Unido atribui o ataque à Coreia do Norte, e a Microsoft rastreou o ataque a cybercriminosos vinculados ao governo da Coreia do Norte"
Thomas Bossert

De acordo com Bossert, a NSA já está certa de que o governo norte-coreano está ligado ao WannaCry e a Casa Branca fará um comunicado oficial sobre o assunto ainda hoje. Desde os primeiros indícios do vírus já existiam notícias dizendo que o ataque possuía ligações com o país comandado por Kim Jong-un, e também que o exploit que deu origem ao WannaCry foi roubado da agência de segurança dos Estados Unidos.

O assessor de segurança o presidente dos Estados Unidos também disse que o ataque foi "indiscriminadamente irresponsável", pois afetou diversas instituições mundialmente, inclusive hospitais. "A Coreia do Norte vem se comportando especialmente mal, e em grande parte sem freios, há mais de uma década, e seu comportamento mal-intencionado está se tornando mais chocante".

- Continua após a publicidade -

Com as declarações dos Estados Unidos, o clima entre o país e a Coreia do Norte fica cada vez mais tenso. Segundo Bossert, os Estados Unidos continuarão colocando pressão em Pyongyang para "minar sua capacidade de lançar ataques digitais ou de qualquer tipo".

O WannaCrypt0r 2.0 começou a se espalhar em maio deste ano e logo nas primeiras horas atingiu cerca de 74 países, totalizando 45 mil ataques em menos de um dia, segundo a Kaspersky. O exploit que deu origem ao ataque era utilizado pela NSA para espionagem e acabou sendo vazado, dando origem a epidemia digital.

Via: The Verge
Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.