Especialista em criptomoedas alerta: Não compre Bitcoin agora

Ontem o Bitcoin alcançou o impressionante valor de US$ 15.000, mais um recorde quebrado pela criptomoeda em um ano de grandes crescimentos. Mas apesar disso, a instabilidade do negócio pode gerar prejuízo para quem está começando a investir na tecnologia. 

Em entrevista ao InfoMoney, o economista brasileiro especializado em criptomoedas Fernando Ulrich deu uma dica para quem está pensando em entrar na onda da cobiçada criptomoeda: "Não compre Bitcoin agora".

De acordo com Ulrich, apesar do crescimento da moeda e os valores serem atraentes, a instabilidade da criptomoeda pode gerar prejuízo para quem está entrando no negócio agora.

"O risco, neste momento, é enorme. E para a vasta maioria das pessoas, significa um risco bem além do tolerável."
Fernando Ulrich

"O risco, neste momento, é enorme. E para a vasta maioria das pessoas, significa um risco bem além do tolerável."
Fernando Ulrich

Para se ter uma ideia do cenário, ontem mesmo, após alcançar o valor de US$15.000, a moeda também quebrou seu recorde novamente e passou a ser negociada por mais de US$16.000. Algumas horas depois, porém, houve uma desvalorização de US$2.000, deixando o valor do Bitcoin na casa dos US$14.000 durante a manhã de sexta.

- Continua após a publicidade -

Nesta semana, a loja de games Steam chegou a deixar de aceitar Bitcoin como pagamento devido as instabilidade da moeda e as altas tarifas de transição.

Segundo Ulrich, é necessário buscar conhecimento antes de tentar uma investida nesse mercado. "Prefiro recomendar que você invista seu tempo aprendendo sobre essa grande invenção tecnológica que participar de uma mera especulação desenfreada".

No momento em que esta notícia foi finalizada, o Bitcoin estava sendo negociado por R$53.999,00 (ou US$14.890,00).

Via: Infomoney
Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.