Steam deixa de aceitar Bitcoin por causa das altas tarifas da moeda

Após dois anos tendo o Bitcoin como opção de pagamento graças a uma parceria com a Bitpay, a Steam anunciou que não aceita mais a criptomoeda em sua loja.

Em um comunicado, o serviço disse que o motivo para isso é a instabilidade do Bitcoin e as altas tarifas em transações feitas com a moeda, que estavam deixando os jogos mais caros para quem usa a forma de pagamento.

Como explica a Valve, enquanto as tarifas eram de R$0,65 quando a Steam adotou a moeda, neste ano as taxas subiram para aproximadamente R$65. Além da taxa ser alta, as constantes mudanças no valor da moeda podem gerar problemas, segundo a empresa.

"O valor do Bitcoin é garantido por um período de tempo determinado, portanto, se a compra não for completada neste durante este tempo, o valor de Bitcoins necessários para efetuar a compra pode mudar. O atual aumento na flutuação do valor da moeda chegou ao ponto de existir mudanças bastante significativas no valor total da compra." 

"O valor do Bitcoin é garantido por um período de tempo determinado, portanto, se a compra não for completada neste durante este tempo, o valor de Bitcoins necessários para efetuar a compra pode mudar. O atual aumento na flutuação do valor da moeda chegou ao ponto de existir mudanças bastante significativas no valor total da compra." 

A mudança gerou comentários negativos de alguns usuários da plataforma que tinham como principal forma de pagamento o Bitcoin. Outros usuários sugeriram a adoção da variante Bitcoin Cash ou altcoins que ofereçam tarifas mais amigáveis. Você pode conferir a postagem completa aqui.

Recentemente, o Bitcoin bateu a marca de US$10.000 e, no momento desta notícia, o valor da moeda já estava em US$12.960 (R$48.098).

Fonte: Steam
Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.