Frame rate estável é desafio para jogos em 3D, diz EA

De acordo com Peter Moore (à esquerda), presidente da Electronic Arts Sports, os jogos com recurso 3D ainda vão enfrentar alguns desafios antes de estarem totalmente otimizados nas plataformas. Dois desses desafios incluem taxas de quadro (frame rate) estÁveis e posicionamento adequado dos ângulos de câmera.


A informação foi dita quando Moore cedia entrevista ao portal Xbox World 360, parceiro do site CVG. Quando questionado sobre o 3D, disse estar interessado na tecnologia, mas apontou alguns entraves. "Nós certamente estamos prestando atenção no 3D, mas existem problemas técnicos, e um deles é o frame rate", salientou.

"Outra coisa que estamos aprendendo é que você não pode ter diversos ângulos de câmera e pô-las para funcionar à toa no meio da partida. Eu vi uma apresentação de ‘Madden' em 3D, por exemplo, e até havia uns cortes legais, mas quando a câmera ia para longe ao alto, a tecnologia não estava adicionando em nada [à experiência]", completou.

Essa não é a primeira vez em que problemas com a otimização da tecnologia 3D em jogos eletrônicos entra em pauta. Recentemente foi noticiado que a Sony estava passando por alguns percalços com jogos em 3D no Playstation 3. Na ocasião, a companhia precisou diminuir a resolução das imagens para poder manter freqüência de reprodução em alta definição e frame rate estÁveis.

Assuntos
Tags
  • Redator: Andrei Longen

    Andrei Longen

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Andrei Longen é entusiasta por videogames desde os 7 anos, quando ganhou um Odyssey 2, seu primeiro console. Hoje tem PS4, PS3 e PS Vita e adora caçar troféus em todos os jogos. Colabora no Adrenaline com notícias, análises, artigos, colunas e vídeos.

Escolha sua arma:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.