Mineração online usando seu PC pode continuar mesmo depois de parecer que fechou o browser

O pessoal do Malwarebytes está relatando a descoberta de um novo "truque" dos mineradores ocultos de criptomoedas de navegadores para continuar usando a CPU de usuários desprevenidos mesmo depois de parecer que eles já fecharam o navegador. E isso é feito de maneira muito simples: o código malicioso simplesmente abre uma nova janela do navegador (pop-under) para a fazer a mineração, mas a janela tem tamanho extremamente reduzido e fica "escondida" atrás da barra de tarefas, como mostram as imagens abaixo:

O recurso pode parecer simplório, mas é muito eficaz quando levamos em conta que a configuração padrão do Windows 10 agrupa as janelas do navegador na forma apenas de seu ícone. O usuário fecha as janelas que ele está vendo quando nota alguma lentidão no computador e pensa que já fechou o browser, mas ele continua aberto por causa da janela escondida. Isso é facilmente contornável abrindo o Gerenciador de Tarefas e fechando todos os processos do navegador, mas é necessário estar atento pra isso. Para aumentar ainda mais a discrição, o minerador em questão não é dos mais exigentes da CPU, não extrapolando demais seu uso.

O Malwarebytes está reportando o caso apenas pro Chrome, e não afirma se está acontecendo também em outros navegadores. De todo modo, a recomendação para evitar a situação é desabilitar o agrupamento de janelas no seu sistema operacional e manter o Gerenciador de Tarefas sempre a postos.

Fonte: TechPowerUp
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.