Huawei Honor V10 chega com os melhores recursos dos Mate 10 e 10 Pro, só que mais barato

A Huawei apresentou o seu novo smartphone high-end Honor V10, que chega trazendo muitos dos melhores recursos dos outros topos de linha da companhia — o Mate 10 e Mate 10 Pro — só que custando mais barato.

Para começar, o Honor V10 chega com o conector de 3,5mm para fones de ouvido, algo que está ausente no Mate 10 Pro. Apesar de ter um display de proporção 18:9 (ou 2:1), o V10 traz o leitor de digitais na parte frontal, da mesma maneira que o Mate 10 tradicional.

 

Sua tela é a mesma IPS LCD do Mate 10 Pro, de 5,99 polegadas e resolução 1080 x 2160 (conhecida como Full HD+).  Ele possui opções de 64GB de armazenamento (com 4GB ou 6GB de RAM) ou 128GB de armazenamento com 6GB de RAM. O dispositivo também suporta cartões microSD de até 256GB através de um sistema Dual-SIM híbrido.

O chipset é o poderoso Kirin 970, com seus 4 núcleos Cortex-A73 rodando a 2.4GHz e 4 núcleos Cortex-A53 rodando a 1.8GHz, além da unidade de processamento neural. A GPU é a Mali-G72 MP12.

  

- Continua após a publicidade -

A grande ausência no Honor V10 é a câmera de marca Leica que está presente no Mate 10 e no Mate 10 Pro. Apesar disso, o V10 ainda chega com dual-câmera traseira, incluindo um sensor colorido de 16MP e um preto e branco de 20MP.

A abertura é f/1.8 e não há estabilização óptica (OIS). A câmera frontal é de 13MP com abertura (f/2.0). Outro detalhe é que o Honor V10 não é à prova de água e poeira, algo que foi adicionado no Mate 10 Pro. A bateria é de 3.750mAh e tem suporte a carregamento rápido de 5V e 4,5A (22,5W).

O modelo básico de 64GB e 4GB de RAM sai por å…ƒ2,7 mil (R$ 1,3 mil em conversão direta). A versão de 64GB/6GB sai por å…ƒ3 mil (R$ 1,4 mil) e a topo de linha de 128GB/6GB custa å…ƒ3,5 mil (R$ 1,7 mil).

O Huawei Mate 10 está saindo por å…ƒ3,9 mil (R$ 1,9 mil), enquanto o Mate 10 Pro custa å…ƒ4,9 mil (R$ 2,3 mil).

Via: GSM Arena
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.