Samsung irá receber US$ 110 por cada iPhone X vendido

Calculando o custo dos componentes produzidos pela Samsung e utilizados no iPhone X é possível calcular que a empresa coreana vai ganhar cerca de U$ 110 por cada smartphone da Apple vendido, de acordo com estimativas publicadas pelo WSJ.

Um dos componentes mais caros e mais bem trabalhados da Samsung no iPhone X é sua nova tela de OLED. Essa tela foi desenvolvida de maneira customizada para Apple de acordo com as especificações do iPhone construído. Mas além disso, outras peças foram produzidas pela Samsung. 

Uma pesquisa de mercado de tecnologia conduzida pelo The Wall Street Journal apontou que a Samsung também produziu baterias e capacitores para a Apple. Segundo a análise de pesquisa, a empresa coreana deve ganhar cerca de U$ 4 bilhões a mais em em peças produzidas no iPhone do que em seu próprio smartphone Galaxy S8 handset. 

Apple teria comprado startup para
obter IA de reconhecimento de imagens

A pesquisa prevê que a Samsung lucrará cerca de U$ 202 por cada Galaxy S8 vendido e U$ 110 por cada iPhone X, também espera que cerca de 80 milhões de iPhones X sejam vendidos a mais do que os Galaxys S8 e por isso a Samsung acabaria lucrando ainda mais com a própria Apple

- Continua após a publicidade -

Esta é uma comparação complicada, já que depende muito das previsões de venda de acordo com a pesquisa. Mas de qualquer forma, fica bastante claro uma certa dependência financeira da Samsung pela Apple. 

Fonte: The Wall Street Journal
Tags
  • Redator: Neri Neto

    Neri Neto

    O universo geek faz parte do dia a dia, da vida, deste jornalista. Formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, Neri Neto é responsável por conteúdos diversos no Adrenaline. Ele adora tecnologia, cinema, games e descobriu ainda na infância que a linguagem dos vídeos seria perfeita para falar de tudo que ama. Neri também fala bastante em terceira pessoa, gosta de descontrair e está sempre nas redes sociais.

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.