Comunidade tóxica está atrasando desenvolvimento de novos conteúdos para Overwatch

O vídeo de update no desenvolvimento de Overwatch desta semana mostrou como a comunidade tóxica pode atrapalhar no crescimento de um game. Jeff Kaplan, diretor do jogo que venceu o Game Awards em 2016, revelou que a equipe da Blizzard está dedicando tanto tempo tentando limpar a comunidade tóxica do game que está atrasando novidades para o jogo.

"Nós queremos fazer novos mapas, nós queremos fazer novos heróis, nós queremos fazer curtas animados. Mas fomos colocados nessa posição estranha na qual gastamos uma quantidade tremenda de tempo e recursos punindo pessoas e tentando fazer as pessoas se comportarem melhor."

"Nós queremos fazer novos mapas, nós queremos fazer novos heróis, nós queremos fazer curtas animados. Mas fomos colocados nessa posição estranha na qual gastamos uma quantidade tremenda de tempo e recursos punindo pessoas e tentando fazer as pessoas se comportarem melhor."

Jeff explica que foram feitos reposicionamentos no time de Overwatch para atender a demanda, e que desenvolvedores de funcionalidades como replay e histórico de partidas foram realocados para trabalhar com o sistema de reports. "O mal comportamento não está só arruinando a experiência para o próximo, mas o mal comportamento também está fazendo o progresso do jogo, em termos de desenvolvimento, ir mais devagar".

No vídeo, Kaplan também fala sobre a implementação do sistema de denúncias nos consoles, que chegou um ano após o lançamento no PC, e diz que a Blizzard já tomou "medidas disciplinares" contra mais de 480 mil contas. "Destas, 340 mil foram por denúncias recebidas de jogadores", explica o desenvolvedor.

- Continua após a publicidade -

Segundo Kaplan, os desenvolvedores estão engajados em darem mais feedback para a comunidade, e que vão fazer mais implementações para melhorar a experiência em Overwatch. O diretor também disse que a comunidade deve se policiar, afinal, se não existir comunidade tóxica, não é necessário gastar tempo com sistema de denúncias.

Overwatch está disponível para PC, PS4 e Xbox One.

Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.