Co-fundador Brian Acton deixa WhatsApp para criar fundação sem fins lucrativos

O co-fundador do WhatsApp, Brian Acton, anunciou que vai deixar a equipe da rede social para criar sua própria fundação sem fins lucrativos. Segundo ele, sua nova atividade ainda terá relação com tecnologia e comunicações.

Acton começou a trabalhar no Facebook em 2014, quando o popular aplicativo de mensagens foi comprado pela companhia de Mark Zuckerberg por US$ 19 bilhões.

Sua parte na companhia significa que ele possui um patrimônio líquido de US$ 6,5 bilhões (R$ 20 bilhões), o que lhe dá uma boa margem de erro para trabalhar absolutamente no que quiser aos 45 anos.

"Eu sou muito afortunado de, na minha idade, ter a flexibilidade de tomar novos riscos e focar no que eu sou apaixonado", escreveu o co-fundador do WhatsApp, em sua página no Facebook.

"Eu decidi começar uma [fundação] sem fins lucrativos que ficará interseção entre não-lucrativo, tecnologia e comunicações. É algo sobre que eu pensei por um tempo, e chegou a hora de apenas focar e executar. Terei mais para compartilhar nos próximos meses", completou Acton.

Via: Recode, Cnet, Engadget
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Você quer processadores da AMD com gráficos integrados

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.