Google Chrome não cresce no mercado de navegadores pela primeira vez em dois anos

De acordo com um relatório do mercado de navegadores divulgado pela NetMarketShare, o Google Chrome deixou de crescer pela primeira vez em dois anos.

Segundo as estatísticas divulgadas, o browser que é dono de mais da metade do mercado de navegadores teve sua primeira queda em agosto, mas o número não foi tão grande. Enquanto o Chrome era dono de uma parcela de 59,57% em julho, o navegador acabou agosto com uma fatia de mercado de 59,38%.

Além do Chrome, o Firefox também registrou queda: saiu de 12,32% para 12,28%. Com a movimentação, o Edge, que vem junto com o Windows 10, cresceu em 0,01%, alcançando 5,66% do mercado. Apesar da insistência da Microsoft, o navegador ainda não deslanchou.

Entre os navegadores listados pela NetMarketShare, o que mais cresceu foi o Safari, usado por 3,87% da amostra da pesquisa (antes 3,66%). E o Internet Explorer, bom... ele ainda existe. Em queda constante, o navegador ainda possui uma fatia de usuários de 15,58%.

- Continua após a publicidade -

O destaque dos números fica para os outros browsers, que não aparecem na listagem, mas tiraram mais de 1% dos usuários dos figurões da navegação web. Entre os "Outros" estão o Vivaldi e o Opera, navegadores que constantemente recebem melhorias e estão ganhando mais espaço no mercado.

E você, qual navegador usa? Vote na enquete abaixo e explique seus motivos nos comentários.

A batalha dos Browsers: Qual navegador você usa?

Google Chrome
54.07%
Mozilla Firefox
19.99%
Opera
13.68%
Microsoft Edge
6.42%
Vivaldi
3.55%
Internet Explorer
1.21%
Safari
1.08%

Total de 4452 votos

Via: Neowin
Assuntos
Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.