Usar a BIOS da Vega 64 numa Vega 56 deixa a GPU bem mais rápida

Uma das perguntas levantadas pelo lançamento das Vega é se daria para "transformar" um modelo mais acessível da placa no mais poderoso pela BIOS, mais ou menos como foi com as RX 480 e 580. O processo foi testado por um dos membros do Chiphell e, enquanto a Vega 56 não chega a virar uma Vega 64, sua performance fica muito próxima da placa topo de linha da AMD. Apenas 2% abaixo, na verdade.


*Tabela organizada pelo VideoCardz

O boost clock de uma Vega 56 é de 1471 MHz e um clock de memória nos 800 MHz. Com a BIOS da 64, esses números são levados para os mesmos da Vega 64, que são 1545 MHz no boost e 945 MHz na memória. Colocar em overclock então, chega a passar a performance padrão de uma Vega 64.

Fonte: VideoCardz
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.