Google remove 300 aplicativos Android que eram usados para ataques DDoS

A Google removeu cerca de 300 aplicativos da Play Store que foram infectados por um software capaz de executar ataques DDoS. As plataformas excluídas da loja que se passavam por apps legítimos foram identificadas como um botnet chamado "WireX". O software malicioso seria o responsável por ataques DDoS que aconteceram ao longo do último ano. 

Estima-se que o número de dispositivos que foram infectados seja 70 mil, dispositivos Android de mais de 100 países. O "WireX" era um software escondido nos aplicativos, que podia ser ativado remotamente quando o smartphone estivesse conectado à internet. 


Alguns dos aplicativos infectados

A empresa de segurança Cloudflare identificou o software malicioso e explicou que o botnet conseguia controlar remotamente pelo menos 20 mil pedidos de acesso HTTP por segundo. Isso fazia com que endereços da web ficassem fora do ar e surgisse a oportunidade para os criminosos pedirem o resgate do site. 

Via: Engadget
Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.