Google retira 500 apps da Play Store após denúncias de vulnerabilidade à spyware

De acordo com o ArsTechnica, o Google retirou cerca de 500 aplicativos da Play Store, que juntos somam mais de 100 milhões de downloads, que traziam uma vulnerabilidade capaz de deixar o smartphone exposto à spywares.

Segundo a firma de segurança Lookout, responsável por denunciar o backdoor, os aplicativos retirados da loja possuíam um software chamado Igexin, que permite colocar anúncios direcionados de forma mais fácil e prática dentro de aplicativos.

Os pesquisadores encontraram versões infectadas do Igexin, que ao invés de fazer uma ligação entre os aplicativos e redes de anúncios, era utilizado para instalar um spyware no smartphone.

Com a vulnerabilidade, hacker podiam espionar o usuário e roubar dados do smartphone, desde registros de aplicativos até localização do GPS. Segundo o ArsTechnica, um dos spywares detectados fazia o mapeamento de chamadas feitas com o celular, pegando dados como históricos, agenda telefônica e duração de chamadas.

Uma lista com todos os softwares analisados não foi divulgada, mas os apps com o SDK vulnerável incluíam games para jovens, rádio via internet, editores de fotos e aplicativos de tempo, viagem, educacionais, emojis e câmera.

- Continua após a publicidade -

Segundo os pesquisadores, nem todos os 500 aplicativos estavam infectados, mas o kit de desenvolvimento da Igexin podia deixava-os vulneráveis para plugins maliciosos. Os responsáveis pelo SDK Igexin ainda não se pronunciaram. O Google disse que já está analisando os aplicativos infectados para resolver o problema de segurança.

Via: ArsTechnica
Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.