Valve vai restringir a geração de keys para devs para diminuir vendas fora da Steam

A Valve passou a ser mais criteriosa na hora de gerar keys para jogos que estejam na plataforma Steam, mesmo que os pedidos venham de seus próprios desenvolvedores. A informação saiu de um post escrito por Sean Jenkin, um dos executivos da Valve encarregado de oferecer suporte aos devs, confira abaixo:

Se nós estamos negando keys para pacotes de tamanho normal, provavelmente é porque suas vendas na Steam não refletem a necessidade de tantas keys quanto você está distribuindo, e provavelmente você está pedindo por mais keys para oferecer opções mais baratas fora da Steam, e mesmo assim nós estamos arcando com os custos. Então, em algum momento, passamos a decidir que o valor que você está trazendo para a Steam não vale a pena em relação ao custo pra gente.
Por exemplo, digamos que você vendeu alguns milhares de cópias na Steam, mas pediu / ativou 500.000 keys, então nós vamos dar uma olhada cuidados nos seus jogos, suas vendas, seus custos, etc.

Se nós estamos negando keys para pacotes de tamanho normal, provavelmente é porque suas vendas na Steam não refletem a necessidade de tantas keys quanto você está distribuindo, e provavelmente você está pedindo por mais keys para oferecer opções mais baratas fora da Steam, e mesmo assim nós estamos arcando com os custos. Então, em algum momento, passamos a decidir que o valor que você está trazendo para a Steam não vale a pena em relação ao custo pra gente.
Por exemplo, digamos que você vendeu alguns milhares de cópias na Steam, mas pediu / ativou 500.000 keys, então nós vamos dar uma olhada cuidados nos seus jogos, suas vendas, seus custos, etc.

Como explicado por Jenkin em seu texto, a ideia é restringir o número de keys que são vendidas fora da Steam, porque essas ativações não dão dinheiro para a plataforma, mas ela ainda tem que arcar com os custos dos servidores para download e suporte ao jogo depois dele ser ativado pelo comprador.

Outro aspecto que pode ser combatido com a iniciativa, como bem nota o VG 24/7, é a quantidade de shovelware na plataforma. Muitas vezes são criados jogos absurdamente ruins e sem profundidade com o único propósito de vendê-los depois em pacotes fora da Steam, onde o jogador compra pela promessa de dezenas de jogos por um valor muito pequeno. Por pior que seja o jogo, ele conta como mais um no pacote que alguém compra desavisado.

A medida, no entanto, pode afetar também pequenos desenvolvedores que dependem de conseguir o maior número de vendas possível e que às vezes procuram vender keys Steam fora da Steam para conseguir uma margem maior de lucro. 

Fonte: VG 24/7
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.