Novo mainframe da IBM criptografa todos os dados possíveis para combater hackers

A IBM revelou um novo mainframe chamado IBM Z, que tem a capacidade de rodar mais de 12 bilhões de transações financeiras encriptadas por dia. O objetivo da companhia é reduzir radicalmente a quantidade de ataques hacker e de informações importantes comprometidas por eles.

Site oficial: IBM Z

"A vasta maioria de dados vazados ou roubados hoje estão abertos e são fáceis de usar porque encriptação tem sido muito difícil e muito cara de se fazer em grande escala", explica Ross Mauri, gerente geral do projeto IBM Z.

"Nós criamos uma engine de proteção de dados para a era da nuvem, para ter um impacto significativo e imediato na segurança global de dados", completa Mauri.

O novo mainframe da companhia servirá, na verdade, como um motor de encriptação para a tecnologia de computação em nuvem da IBM. Assim, companhias como bancos, lojas de varejo, agências de viagens e vários outros tipos de negócio poderão encriptar os dados de seus consumidores em larga escala.

- Continua após a publicidade -

De acordo com o gerente geral do IBM Z, apenas 4% dos dados roubados desde 2013 estavam encriptados. Apenas em 2016, mais de 4 bilhões de dados gravados acabaram vazando, um aumento de 556% em comparação com 2015.

Ter tantos dados protegidos pode trazer complicações com governos nacionais, que muitas vezes travam brigas com empresas para obter informações de seus consumidores.

"A IBM totalmente apoia a necessidade dos governos de proteger seus cidadãos de expansivas ameaçadas" diz um comunicado da empresa. "Porém, enfraquecer a tecnologia de encriptação não é a resposta. Encriptação simplesmente é muito predominante e necessário na sociedade moderna".

Via: Washington Post, CNBC
Tags
ibm
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Qual os planos para hardware esse ano?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.