"Carro mais seguro do mundo", Tesla Model S é avaliado como "aceitável" em crash test

A Tesla chama o seu Model S de "o carro mais seguro do mundo", mas os últimos testes da organização independente Insurance Institute for Highway Safety (IIHS) indicam o contrário. O veículo elétrico da companhia foi classificado apenas como "aceitável" no teste de batida frontal parcial.

Mais um acidente envolvendo carros semi-autônomos da Tesla é registrado nos EUA

Por causa disso, ele não recebeu o desejado prêmio de "Top Safety Pick+", algo que os sedãs Lincoln Continental, Mercedes-Benz E-Class e Toyota Avalon obtiveram na mesma bateria de testes.

Claro que o pessoal da Tesla não ia deixar por isso, e logo veio um comunicado oficial da companhia detonando a respeitada organização, que opera desde 1959 e faz testes de batida desde 1995.

"Enquanto a IIHS e dezenas de outros grupos privados da indústria no mundo possuem métodos e motivações que servem aos seus próprios propósitos subjetivos, o teste independente mais objetivo e preciso de segurança veicular atualmente é feito pelo Governo dos Estados Unidos, que considerou o Model S e o Model X os dois carros com menor probabilidade de lesão de qualquer veículo já testado, fazendo deles os carros mais seguros da história", diz um comunicado da Tesla, enviado para o site Bussiness Insider.

- Continua após a publicidade -

Como nota o site Green Car Reports, o novo teste é bastante rigoroso, e só foi implementado em 2012. Ou seja, ele foi criado depois que o Model S foi projetado pela Tesla. Com isso, a companhia não teve tempo de criar o projeto especificamente de modo que ele fosse se sair bem nos testes.

O mesmo não acontece, por exemplo, com a Volvo, companhia conhecida por inovar em sistemas de segurança. Portanto, carros da marca costumam se dar bem mesmo em testes desenvolvidos meses ou anos após seus projetos serem finalizados.

No Brasil, a discussão de segurança veicular ainda se encontra numa fase muito inicial. O carro mais vendido do país, o Chevrolet Onix, foi reprovado com nota 0 pelo órgão independente Latin NCAP.  Por causa disso, a associação de defesa do consumidor Proteste pediu o fim da venda do veículo no país.

Via: Green Car Reports, Reuters
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Qual os planos para hardware esse ano?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.