E-mail de hackers do ransomware Petya é bloqueado e PCs não podem ser resgatados

O e-mail que os hackers responsáveis pelo ataque de ransomware Petya indicaram para pagamento dos resgates foi bloqueado, impossibilitando que eles desbloqueiem os PCs que foram virtualmente sequestrados. Isso também impede, é claro, que eles recebam os pagamento dos usuários.

Ransomware Petya pode ser maior que WannaCry e está afetando aeroportos e bancos na Europa

Por esse motivo, é recomendado que as vítimas não realizem o pagamento dos US$ 300 para a carteira de bitcoin especificada pelos hackers, porque eles não possuem acesso a ela.

O que aconteceu é que os criminosos definiram uma única carteira de bitcoin para receber todos os pagamentos. Normalmente, é criada uma carteira diferente para cada PC infectado, o que facilita saber qual vítima efetuou qual pagamento de resgate.

Depois do pagamento, os donos de PCs infectados tinham que mandar um e-mail para [email protected] com um identificador único para confirmar o pagamento. Só então a chave para decriptar o ransomoware seria fornecida.

- Continua após a publicidade -

O problema é que, com a repercussão global do ataque, o provedor de e-mail alemão Posteo resolveu bloquear a conta em questão. "Nós não toleramos o mau uso da nossa plataforma", diz um comunicado oficial da companhia.

"O bloqueio imediato de contas de e-mail usadas incorretamente é a abordagem necessária para os provedores em casos como este", completa o comunicado.

Não se sabe se algum PC foi decriptado com sucesso antes do e-mail ser bloqueado. Apesar disso, 20 resgates foram pagos até o momento em que esta notícia foi escrita.

Via: The Verge
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.