Vaza apresentação interna da Apple sobre como lidar com... vazamentos

Numa fato que resume de maneira perfeitamente irônica a cobertura contemporânea de tecnologia, uma apresentação interna da Apple sobre como lidar com vazamentos acabou — isso mesmo — vazando.

O pessoal do site The Outline obteve uma gravação em áudio de 1 hora de uma reunião interna da Apple chamada "Stopping Leakers - Keeping Confidential at Apple" (algo como "Parando os Vazadores - Mantendo-se Confidencial na Apple, em tradução livre).

Na gravação, três membros da companhia descrevem estratégias para impedir que informações sobre novos produtos caiam nas mãos de pessoas que queiram repassá-las para imprensa ou competidores. São eles: o diretor global de segurança David Rice, o diretor mundial de investigações Lee Freedman e o membro da equipe de treinamento Jenny Hubbert, todos da Apple.

E é exatamente a equipe de segurança global da Apple que foi designada para este trabalho. Ela inclui antigos membros da NSA, do exército dos EUA e do Serviço Secreto dos EUA.

Maneiras criativas de vazar produtos


David Rice diz que os funcionários encontram maneiras cada vez mais criativas para conseguir os vazamentos. Tem gente que, por exemplo, joga peças de um produto na privada e dá descarga para depois buscá-los no esgoto. Outros aproveitam para jogá-los sobre as cercas da sede da Apple.

- Continua após a publicidade -

"Nós já tivemos 8 mil gabinetes de montagem roubados um longo tempo atrás, por mulheres que os colocavam da armação do sutiã", conta Rice. Esse tipo de vazamento pode render o equivalente a vários meses de salário desses trabalhadores.

O pessoal da Apple ainda diz que conseguiu reduzir consideravelmente a quantidade de vazamentos vindos de suas fábricas no exterior. "Ano passado foi o primeiro  em que [os campi] da Apple vazaram mais do que a cadeia de produção", declarou o diretor global de segurança.

Via: The Verge Fonte: The Outline
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.