Chipsets serie 300 da Intel (Coffee Lake) podem integrar Wi-Fi e USB 3.1

A oitava geração de processadores Intel, codinome "Coffee Lake", deve chegar em algum momento da segunda metade desse ano, e de acordo com rumores, apesar de ela voltar a repetir os 14nm como litografia, ira introduzir novidades através de chipsets da serie 300, como um novo soquete e alguns novos recursos. De acordo com o site DigiTimes, as placas-mãe Z390, modelos topo de linha para essa geração de processadores, podem trazer integrado Wi-Fi e USB 3.1.

Esses recursos serão integrados nos modelos mais "parrudos", sendo que não há informações se modelos mais básicos como o H370 e B370 também trariam essa capacidade. Se confirmada essa informação, essa é uma péssima notícia para empresas como Broadcom e Realtek que atualmente trabalham produzindo chips separados para trazer suporte a essas tecnologias em placas-mãe. A "pancada" não será sentida já no lançamento dos processadores, devido a progressiva curva de adoção de uma nova geração, porém as fabricantes já esperam sentir o impacto no segundo trimestre de 2018.

De acordo com o rumor, os modelos serie 300 traria suporte a Wi-Fi 802.11ac R2, Bluetooth 5.0 e USB 3.1 Gen2. Isso é uma boa notícia para os modelos compactos: quanto mais elementos integrados no die e no chipset, mais eficientes ficam os projetos de ultrafinos e mini-computadores. 

A geração Coffee Lake pode dar as caras em agosto, segundo rumores mais recentes, e deve começar com placas-mãe chipset Z370 e CPUs high-end com quatro e agora também seis núcleos. Os chipsets Z370 não devem trazer os recursos de conexão wireless e USB 3.1 (não houve tempo para incluir), porém os futuros chipset Z390 e possivelmente e o H370 trariam essas capacidades. Mais tarde, em 2018, devem ser introduzidos processadores de entrada e intermediários com dois e quatro núcleos.

Via: Guru3D Fonte: DigiTimes
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Um dos maiores hypes dos games chegou. Como você vai em Cyberpunk 2077

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.