Surgem primeiras informações sobre GPU da Nvidia para mineração de criptomoedas

O Videocardz divulgou imagens do que seria um sistema equipado com GPU Nvidia para a mineração de criptomoedas como Ethereum e ZCash.

Segundo as informações, o sistema vai ser baseado na microarquitetura Pascal, e as primeiras imagens mostram um arranjo de oito placas operando em conjunto.

As GPUs aparecem nas imagens com resfriamento passivo e, como dito anteriormente, não possuem conexão para display. A placa de vídeo para mineração da Nvidia será baseada no chip GP106-100 e, segundo as informações, terá um consumo mais baixo e possivelmente um preço menor quando comparado aos hardwares para games da empresa.

Além das GPUs personalizadas, o sistema é composto por processador Intel Celeron, 4 GB de memória RAM DDR3 e SSD de 64 GB, além de uma fonte de 1600W. As imagens divulgadas também comparam o sistema da Nvidia com PCs feitos em casa, mostrando a melhor eficiência desse sistema para quem quer minerar criptomoedas.

- Continua após a publicidade -

Informações sobre o preço e data de lançamento não foram revelados. Apesar da empresa não ter confirmado o vazamento, o movimento de investir no mercado de criptomineração faz sentido para a companhia no momento. A AMD possui bastante força na área e diversas das suas placas de vídeo já estão esgotadas nos Estados Unidos graças ao desempenho de seu hardware em mineração, além da alta cotação de moedas virtuais que está trazendo interesse para a área.

Entenda o Bitcoin, as "criptomoedas" que
vieram pra ficar, e saiba como usá-las

Segundo rumores recentes, a AMD também pretende investir ainda mais nesse mercado criando um hardware específico para mineração baseado em Polaris, que não teria funcionalidades para games e, consequentemente, traria um preço mais baixo.

Via: Videocardz
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.