CEO da Take-Two confirma microtransações, duvida de VR e acredita no Switch

O CEO da Take-Two, Strauss Zelnick, discursou durante o 45º Cowen and Company Annual Technology, Media & Telecom Conference e mostrou opiniões bem fortes sobre Realidade Virtual, microtransações e o Nintendo Switch. Como diretor executivo de uma empresa que é dona da Rockstar Games e da 2K, e que teve US$ 1,7 bilhão de receitas no último ano, é claro que essas declarações repercutiram bastante.

Site oficial: Take-Two Interactive

Sobre o tema de microtransações, ele foi bastante claro, e disse que os seus games vão continuar utilizando essa estratégia. Apesar disso, ele se disse ciente das críticas que recebeu nesse tema, e alegou que eles não buscam fazer isso de maneira mesquinha.

"Você não pode dar as coisas de graça de maneira perpétua; não existe um modelo de negócios aí", defende Zelnick. "Mas nós não estamos tentando otimizar a monetização de tudo que fazemos até a enésima potência".

De acordo com ele, os consumidores podem nem perceber conscientemente a companhia fazendo isso, mas ainda assim vai saber que isso aconteceu.

- Continua após a publicidade -

"Se você pagou muito por algo, mesmo que seja muito bom, isso realmente te irrita", explica o CEO da Take-Two. "Pagar muito por algum ruim é ainda pior. Pagar muito por algo muito bom, mesmo que entre no seu orçamento, só deixa uma sensação ruim".

Ele ainda pensa que a companhia, perto de outras na indústria dos games, está colocando por baixo sua monetização. "Nós podemos fazer mais, e podemos fazer mais sem interferir na nossa estratégia de ter a abordagem mais ética e criativa, o que tem satisfeito nossos consumidores".

Take-Two não acredita na Realidade Virtual


Quando partiu para o tema de VR, Zelnick já começou dando risadas. "[O VR] está se desenvolvendo exatamente da maneira que eu disse que iria". Ele já se mostrou um crítico da tecnologia no passado.

"Até agora, não existe um mercado de entretenimento significativo para o software de Realidade Virtual. Eu acho que isso é uma declaração factual", fala o CEO da Take-Two.

- Continua após a publicidade -

Ou seja, ele disse que sua companhia só vai suportar a Realidade Virtual se a base instalada for grande o suficiente. O que é o planejamento da companhia para literalmente todas as plataformas.

Suporte ao Nintendo Switch


Para finalizar seu discurso, o Zelnick se mostrou muito entusiasmado com o Nintendo Switch. "Nós estamos lá de maneira proeminente", afirmou, quando perguntado sobre os planos da Take-Two para o console híbrido.

Ele disse que isso é mostrado bem pelo game da série NBA 2K que será lançado para o console da Nintendo. "Nós acreditamos [no Switch]", diz o CEO da Take-Two. "Nós vemos do mesmo jeito [que a Nintendo]: foi um lançamento muito bem sucedido. Ainda esperamos para ver como ele se sai, mas estamos empolgados com isso. Se tiver uma base instalada, nós estaremos lá. Não com todos os títulos, mas com jogos selecionados".

Via: Gamespot, WCCF Tech
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.