Apple investe em cursos universitários na Itália para aumentar mão de obra

Em parceria com a Universidade de Nápoles, a Apple vai oferecer um curso gratuito de desenvolvimento e codificação na Itália, que está com inscrições abertas até amanhã, quarta-feira, no site da instituição de ensino.

O curso é aberto para estudantes de todo mundo e é lecionado totalmente em inglês, mas antes é necessário passar por um processo seletivo que será aplicado em junho em Munique, Paris, Londres, Madri, Roma e Nápoles. Ou seja, para a maioria dos brasileiros, é um sonho distante.

O curso faz parte das aulas da Developer Academy, escola aberta pela Apple na Universidade de Nápoles e que já teve cursos de desenvolvimento sendo lecionados no ano passado.


Campus da Universidade de Nápoles Federico II

Segundo a BBC, após a turma que está sendo montada agora, a Apple pretende abrir uma nova com 400 alunos, com as aulas começando em outubro. Assim como os cursos anteriores, as novas disciplinas tem como foco o desenvolvimento de aplicativos, codificação e desenvolvimento para iOS.

"O programa vai focar em desenvolvimento de software, criação de startups e projetos de apps para (sistema) iOS, com ênfase em criatividade e colaboração para empoderar e preparar estudantes no desenvolvimento de habilidades que eles precisam para ser bem-sucedidos"
- Anúncio da Univesidade de Nápoles 

"O programa vai focar em desenvolvimento de software, criação de startups e projetos de apps para (sistema) iOS, com ênfase em criatividade e colaboração para empoderar e preparar estudantes no desenvolvimento de habilidades que eles precisam para ser bem-sucedidos"
- Anúncio da Univesidade de Nápoles 

- Continua após a publicidade -

Os investimentos da Apple em educação estão ligados com o temor de que não haja mão de obra capacitada suficiente para trabalhar na área de tecnologia nos próximos anos. Segundo a BBC, no Reino Unido, três em cada quatro empresas do país sofrem de uma "escassez de habilidades digitais".

Assim como a Apple, a IBM também já possui parcerias com universidades e escolas para capacitar profissionais. Em 2014 a companhia começou parcerias com 28 instituições de ensino para trazer conceitos de big data para diversos cursos. Segundo a estimativa da companhia, mais de 4 milhões de empregos serão criados na área nos próximos anos.

O Google, outro grande jogador do mercado de tecnologia, também investe em ensino para buscar novos talentos para a empresa. A companhia costuma quebrar a zona de conforto das grandes economias mundias e, com certa frequência, aposta em países emergentes como o Brasil. Recentemente, a empresa abriu cursos de treinamento gratuitos para ensinar noções de computação em nuvem em oito cidade do país.

Veja também: Mercado de games está aquecido
no Brasil, mas ainda é desafiador para desenvolvedores

Fonte: BBC
Assuntos
Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Bingo pré-lançamento Radeon RX 6000. A Big Navi vai ser:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.