FCC propõe rever neutralidade de rede nos EUA; internet não seria mais um serviço de telecomunicação

Na semana passada, a Comissão Federal de Comunicação (FCC) dos Estados Unidos propôs rever o conceito da neutralidade de rede no país. A Comissão aceitou, por meio de votação, a proposta para deixar de regular a banda larga como se fosse um serviço essencial, reclassificando-o como serviço móvel privado. Ou seja, diferente da regra estabelecida em 2015 que permitia à FCC regular o serviço de provedoras, há possibilidade do órgão não interferir mais no fornecimento de internet, uma vez que esta não será classificada como serviço de telecomunicações. 

Scammers de suporte técnico usam WannaCry para explorar usuários Windows

A FCC fez sua proposta final nesta semana e está pedindo que pessoas enviem seus comentários sobre o assunto nesta página oficial. O governo vai ouvir as opiniões sobre a revogação dos parâmetros de neutralidade de rede no país até dia 17 de julho. Lembrando que a nova proposta vale para os Estados Unidos.

Netflix já é tão popular que não precisa mais da neutralidade de rede

Algumas organizações alegam que a medida deve abrir espaço para que provedoras pratiquem a discriminação de tráfego na internet, o que vai de encontro às normas da neutralidade de rede que diz que o tráfego deve ser igual para todos usuários do serviço. As mudanças também vão extinguir o poder de fiscalização da FCC sobre as provedoras, podendo aumentar o truste nos EUA. 

Youtube muda regras de monetização para diminuir plágio e conteúdo ofensivo

- Continua após a publicidade -

A revisão da neutralidade de rede nos Estados Unidos ainda não foi aprovada oficialmente. Então, é necessário esperar até o mês de agosto, que é a data limite da FCC para considerar a opinião pública, para saber qual a posição final da Comissão sobre a nova proposta. 

Via: The Verge
Assuntos
Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.