Corte da Áustria determina que Facebook deve remover publicações de ódio da plataforma

A Corte da Áustria determinou, em uma campanha legal para combater ofensas na internet, que o Facebook deve remover da plataforma todas publicações que possuam discurso de ódio. O caso foi iniciado por um partido político do país (Os Verdes) após um de seus representantes ser insultado em publicações na rede social.

Após vídeos de assassinatos, Facebook vai adicionar 3 mil moderadores

Também foi determinado que publicações com este tipo de discurso devem ser excluídas não só na Áustria, mas em outros países também. Publicações de cunho semelhante devem ser avaliadas e apagadas, além de que haverá a identificação de usuários que possuem contas falsas na plataforma para tal propósito. 

Um dos assuntos recorrentes sobre internet na Europa é como será possível que empresas como Facebook, Google e Twitter controlem e removam estes discursos violentos em tempo hábil. Algumas legislações estão sendo discutidas por países europeus para combater a violência na internet. 

Lançado novo satélite brasileiro que vai oferecer banda larga do espaço

"O Facebook deve aceitar as acusações que apontam a plataforma como a maior 'disseminadora' de ódio e de que não está fazendo nada sobre isso", disse um parlamentar dos Verdes.

Via: Reuters
Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

Pra você, quem merece o GOTY?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.