Lançado novo satélite brasileiro que vai oferecer banda larga do espaço

O Brasil lançou na noite de ontem o seu primeiro satélite desde a privatização dos sistemas de comunicação da Telebras. O corpo celeste artificial foi prometido lá em 2011 e chegou ao espaço às 18h50 de ontem, com três anos de atraso em relação à sua primeira promessa de lançamento. O novo satélite vai oferecer comunicações "blindadas" para o exército brasileiro e conexão de banda larga que vai ser tanto usada em entidades públicas como licenciada para provedores privados, o que já está gerando controvérsias.

Apenas com o Ministério da Educação, em um convênio já celebrado com a Telebras, já são 7 mil pontos mapeados de equipamentos públicos municipais, estaduais ou da União que serão em alguns meses dotados de acesso em banda larga. Qualquer escola do Amazonas, Norte, Nordeste Sul Sudeste e Centro Oeste terá acesso a banda larga. E da mesma maneira um convenio com o Ministério da Saúde possibilitar levar banda larga a qualquer equipamento de saúde pública do país.
Gilberto Kassab, ministro de Ciência e Tecnologia, Inovações e Comunicações 

Apenas com o Ministério da Educação, em um convênio já celebrado com a Telebras, já são 7 mil pontos mapeados de equipamentos públicos municipais, estaduais ou da União que serão em alguns meses dotados de acesso em banda larga. Qualquer escola do Amazonas, Norte, Nordeste Sul Sudeste e Centro Oeste terá acesso a banda larga. E da mesma maneira um convenio com o Ministério da Saúde possibilitar levar banda larga a qualquer equipamento de saúde pública do país.
Gilberto Kassab, ministro de Ciência e Tecnologia, Inovações e Comunicações 

O satélite tem uma capacidade total de 57Gbps para oferecer de banda larga, mas a Telebras já tem um leilão previsto para 45Gbps que serão vendidos para até três provedoras privadas. Sabendo como são as coisas no Brasil, onde tem leilão de recurso público tem gente querendo tirar seu pedaço do bolo, então o Supremo Tribunal Federal já está questionando a ação, que também é alvo de uma representação na Procuradoria Geral da República.

As comunicações "blindadas" para o exército estão previstas até junho, enquanto a banda larga deve ficar operacional até setembro, segundo previsões da Telebras.

Fonte: Convergencia Digital
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.