Qualcomm está tentando proibir a Apple de vender iPhones nos Estados Unidos

A Qualcomm e a Apple estão prestes a se enfrentar judicialmente mais uma vez, de acordo com o Bloomblerg. Segundo o site, a fabricante de chips vai entrar em contato com a International Trade Comission para impedir que os iPhones sejam vendidos nos Estados Unidos.

De acordo com a fonte próxima da dona do Snapdragon, o objetivo da Qualcomm é fazer com que a comissão de comércio exterior proíba a entrada dos smartphones da Apple no país. Apesar da Apple ser uma das empresas estadunidenses mais famosas no mundo, o iPhone é fabricado na China e só vai para os Estados Unidos quando está pronto para a venda.

Viajante monta um iPhone peça a peça na China

Caso a Qualcomm realmente faça isso e o pedido seja acatado pela ITC, a Apple pode sofrer uma grande queda em suas finanças. Os iPhones são a maior fonte de renda da companhia e, segundo o último relatório da companhia, representam 60% dos ganhos da companhia. Além disso, os Estados Unidos é um dos principais mercados da empresa: além de ser a casa da companhia, o país consome 40% de todos os iPhones vendidos pela Apple.

- Continua após a publicidade -

A possível investida da Qualcomm contra a Apple vem alguns dias após a fabricante de chips acusar a empresa da maçã de um calote bilionário. No dia 28 de abril, a Qualcomm lançou uma nota onde acusa a Apple de não pagar o licenciamento de tecnologias para smartphones.

O processo é consequência de algo que começou lá em janeiro, quando a Apple processou a Qualcomm em US$ 1 bilhão por "exercer um monopólio" sobre as tecnologias de modem dos smartphones e aproveitar sua posição para cobrar taxas injustas e "extorquir" suas parceiras em contratos. A empresa da maçã teria parado de pagar royalties para a Qualcomm, o que causou uma queda de US$ 500 milhões nas expectativas de lucro para o segundo semestre de 2017, de acordo com o relatório da fabricante de chips.

Além das constantes batalhas com a Qualcomm, a Apple também deve enfrentar a Imagination Technologies nos tribunais em breve. A companhia era responsável pela fabricação da GPU do iPhone, mas após um rompimento de contrato e queda de 70% em suas ações, a Imagination acredita que a Apple vai acabar quebrando algumas patentes quando for conceber um novo chip para o seu smartphone.

A Apple e a Qualcomm ainda não se pronunciaram sobre o assunto.

Fonte: Bloomberg
Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

É melhor ter o xCloud capado no iOS ou ficar sem o serviço nos iPhones?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.