Placas de vídeo Nvidia Volta deverão ter memória GDDR6 e chegar no começo de 2018

A próxima geração de placas de vídeo da Nvidia, de codinome Volta, deverá utilizar memórias GDDR6 e chegar no começo de 2018. Com isso, apenas as GPUs topo de linha deverão utilizar HBM2, uma tecnologia mais cara de VRAM.

As memórias GDDR6 foram anunciados pela SK Hynix recentemente. A companhia revelou que a nova geração terá até o dobro da velocidade das mais poderosas memórias GDDR5.  Isso quer dizer que as GPUs Nvidia Volta terão velocidades de até 16 Gbps.

Isso resulta em até 768 GB/s de largura de banda, já que as GPUs deverão utilizar interface de memória de 384-bits, de acordo com o site WCCF Tech. Os números são maiores do que os das placas mais poderosas da Nvidia hoje, como a Geforce GTX Titan Xp e a GTX 1080 Ti. Ambas possuem 530 GB/s de largura de banda.

Fazendo as contas, dá para se ter uma expectativa de aumento de 45% na largura de banda, da geração Pascal para a geração Volta. Exatamente pelos ganhos proporcionados, é provável que as memórias GDDR6 sejam a aposta da AMD para sua geração de GPUs Navi.

- Continua após a publicidade -

Com isso, as tecnologias de memória em estacas, como o HBM2, ficam cada vez mais para escanteio. Como mostra o roadmap antigo da Nvidia (imagem acima), as memórias em estacas seriam o grande recurso da geração Volta. Tanto que, na época, eles apostavam no Hybrid Memory Cube (HMC), da Micron, que acabou não decolando.

Via: WCCF Tech
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

A Activision acertou ao colocar músicas do Charlie Brown Jr. no Tony Hawk's 1+2

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.