Facebook considera terceirizar checagem de notícias falsas, diz executivo da rede social

O chefe responsável pela divisão de Feed de Notícias do Facebook, Adam Mosseri, disse que a companhia considera pagar empresas para checar notícias falsas veiculadas na plataforma. O executivo revelou a posição da empresa sobre o assunto durante uma entrevista ao Financial Times.

"Uma relação comercial é algo do qual nós estamos abertos para negociar", disse Mosseri. "[...] Queremos assumir responsabilidade, e se isso significa acordos financeiros, faremos isso."

Youtube muda regras de monetização para diminuir plágio e conteúdo ofensivo

Nos últimos meses, o Facebook teve sua credibilidade contestada devido ao compartilhamento de notícias falsas na timeline de usuários. Em março deste ano, a rede social começou a marcar as notícias compartilhadas com fontes duvidosas. A novidade está sendo testada nos Estados Unidos e deve chegar aos outros usuários da plataforma futuramente.

- Continua após a publicidade -

Inteligência Artificial do Facebook vai analisar mensagens e dar sugestões no Messenger

Facebook poderia parar notícias falsas, mas não o faz por medo dos conservadores

Via: The Verge
Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

A Activision acertou ao colocar músicas do Charlie Brown Jr. no Tony Hawk's 1+2

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.