Youtube muda regras de monetização para diminuir plágio e conteúdo ofensivo

O Youtube anunciou mudanças em suas regras de monetização de vídeos para tentar diminuir os casos de plágio e vídeos ofensivos na plataforma.

Agora, os canais devem ter no mínimo 10 mil visualizações para poderem colocar anúncios no vídeo e ganhar dinheiro com a produção.

De acordo com o Youtube, a cota mínima para monetização foi definida de forma para não prejudicar novos criadores de conteúdo na plataforma.

"Ao manter o limite de 10 mil visualizações, nós também garantimos que haverá um impacto mínimo sobre os nossos aspirantes a criadores"
- Ariel Bardin, vice-presidente de gerenciamento de produtos do YouTube

"Ao manter o limite de 10 mil visualizações, nós também garantimos que haverá um impacto mínimo sobre os nossos aspirantes a criadores"
- Ariel Bardin, vice-presidente de gerenciamento de produtos do YouTube

Além disso, quando o canal atingir essa cota mínima, o site vai analisar o conteúdo produzido para verificar sua autenticidade. O objetivo da iniciativa é diminuir os casos de canais que repostam vídeos de outros produtores ganhem dinheiro com isso.

A análise de conteúdo também servirá para tentar diminuir os conteúdos extremistas que são postados na plataforma, como mensagens antissemitas e vídeos homofóbicos.

- Continua após a publicidade -

De acordo com o analista Jan Dawson, da Jackdaw Research, o site de vídeos vem sofrendo pressão de empresas que anunciam na plataforma e, às vezes, acabam sendo associadas a conteúdos extremistas. Segundo o analista, "a maioria desses vídeos [extremistas] vai conseguir mais de 10 mil views de qualquer maneira", e por isso a plataforma de streaming vai analisar cada caso.

Segundo o Youtube, as mudanças começaram a valer a partir de ontem, quinta-feira (06), e todas as receitas de canais com menos de 10 mil visualizações serão mantidas.

 

Via: Reuters Fonte: Youtube
Assuntos
Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.