Carro autônomo do Google é 5 mil vezes mais seguro que o veículo do Uber, aponta pesquisa

O governo da Califórnia divulgou uma pesquisa apontando a confiabilidade de carros autônomos, que podem guiar a si mesmos sem o auxílio de um motoristas. De acordo com os dados, o carro da Alphabet/Google, chamado de Waymo, é 5 mil vezes mais confiável que o veículo autônomo da Uber.

Enquanto o carro da Uber precisa de intervenção humana a cada 1 milha, o veículo da Google consegue se guiar sozinho por cerca de 5128 milhas sem precisar de uma mão amiga. Empresas como Tesla, BMW e Mercedes apareceram no teste e se saíram melhor que o Uber, mas não fizeram mais de 1000 milhas no modo 100% autônomo, segundo o The Guardian. A tecnologia da Nissan também ficou na frente do Uber, fazendo 100 milhas autônomas sem o auxílio de um humano.

Boa parte do desempenho negativo do Uber está ligado a falta de experiência da empresa nessa área. A companhia começou a testar carros autônomos há pouco tempo e possui apenas 20 mil milhas autônomas contabilizadas no total. Para se ter uma ideia, o sistema da Alphabet percorreu 600 mil milhas em modo autônomo apenas no ano passado. E os carros da Google já estão presentes pelas ruas dos Estados Unidos faz tempo.

Levando essa discrepância em conta, o Uber ainda tem muito trabalho pela frente para se tornar referência no mercado de carros autônomos. A tecnologia é uma tendência para os próximos anos e pode ser uma grande fonte de lucros para a empresa de caronas compartilhadas. Já imaginou ter um serviço de táxis que não precisa de motoristas? Pois é...isso já nos leva para outra treta.

- Continua após a publicidade -

Começou a briga: motoristas de Nova York se
manifestam contra a chegada dos carros autônomos

Via: Engadget, The Guardian
Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.