Próxima geração ARM de codinome Dynamic será focada em IA e machine learning

A ARM revelou que sua próxima geração de processadores terá um design focado em inteligência artificial e machine learning. A microarquitetura será nomeada de Dynamiq. Os chips com esse design serão mais fáceis de configurar e se conectar em uma variedade de CPUs, de acordo com a ARM.

Isso significa que os SoCs terão mais poder e desempenho, executando funções de computação que serão compatíveis com inteligência artificial e carros autônomos futuramente. 

"É um avanço de como nós construímos CPUs e a forma como elas trabalham em conjunto", disse o chefe de marketing da ARM, John Ronco. "A microarquitetura estará presente em smartphones e tablets, com certeza. Mas nosso foco é a indústria de networking automotiva e outros dispositivos".

A geração Dynamic irá incorporar o que a empresa chama de "big.LITTLE", processadores com alto desempenho e um conjunto de power-sipping. Ela também irá adicionar mais variedade ao sistema, suportando núcleos capazes de se conetar até 8 diferentes CPUs de qualquer configuração. 

Via: The Verge
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.