Intel estreia tecnologia ultra-rápida 3D XPoint com SSD Optane DC P4800X

A Intel finalmente anunciou o seu primeiro produto com a tecnologia 3D Xpoint: um SSD chamado Optane DC P4800X. Como geralmente acontece nesse mercado, a novidade estreia num modelo com foco em datacenters, mas eventualmente veremos modelos para consumidores domésticos.

Site oficial: Intel Optane DC P4800X

Os produtos com a tecnologia ficam num ponto entre as memórias NAND (usadas para armazenamento nos SSDs) e as memórias DRAM (usadas para acesso aleatório e temporário). A proposta da Intel é de oferecer os benefícios de ambas as tecnologias, mas com menos desvantagens.

Por exemplo, a 3D Xpoint é muito mais rápida e durável que as memórias NAND dos SSDs. Outra vantagem é que elas são 10 vezes mais densas que as memórias DRAM. Ao juntar essas duas capacidades, você tem um produto que pode suportar escrita e leitura em altas velocidades – mesmo com pesadas cargas de trabalho aleatórias durante um longo período de tempo.

- Continua após a publicidade -

O Intel Optane DC P4800X tem 375 GB de capacidade e vem no formato de placa PCIe. No futuro, ele vai ganhar versões de 750 GB e 1.5 TB, assim como opções com conector U.2.

De acordo com a Intel, o produto tem 2400 MB/s de velocidade de leitura e 2000 MB/s de velocidade de escrita. Isso é bem próximo do que alguns modelos NAND oferecem hoje. Porém, a grande vantagem do 3D Xpoint está em ter estas especificações num produto de maior capacidade e com taxas de transferência de 550 mil IOPS de leitura e 500 mil IOPS de escrita.

Dependendo da configuração utilizada, a 3D Xpoint pode até mesmo substituir a memória DRAM no centro de dados. Para isso, é necessário usar CPUs Intel Xeon e um add-on de Memory Drive Technology.

- Continua após a publicidade -

O que é U.2 (antigo SFF-8639), conector para SSDs de próxima geração

  

 

 

O modelo de 375 GB tem preço sugerido de US$ 1.520 lá fora (R$ 4,6 mil em conversão direta).

 

Via: PC Per, Eteknix
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Últimas

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.