AMD e seus processadores Naples vão colaborar com Project Olympus da Microsoft

A AMD apresentou ainda ontem o Naples, um modelo de processador voltado para servidores que pretende competir com a linha Xeon, da Intel. Hoje, a empresa anunciou que está colaborando com a Microsoft para otimizar os serviços e recursos oferecidos em nuvem com os novos processadores. Essa parceria faz parte de um projeto open source da Microsoft, o Project Olympus

Microsoft rompe dominância da Intel e anuncia plataforma para servidores em ARM

O sistema Naples é baseado na arquitetura Zen, possui soquete duplo que conta com 32 núcleos, 64 threads e oito canais de memória por chip. Isso equivale à uma capacidade de 128 threads simultâneos, suporte para até 32 DIMMs DDR4 e 4 Terabytes de memória. Ele também suporta até 128 camadas de PCIe 34, 64 por chip, e conta com uma estrutura de cache otimizada para eficiência energética.

O processador Naples será apresentado na segunda metade de 2017, segundo a programação da AMD. 

- Continua após a publicidade -

Além da AMD, a Nvidia também está participando em parceria com a Gigante de Tecnologia. Estas duas empresas criaram um acelerador de GPU para otimizar e acelerar o desempenho em aplicações AI na nuvem. "A colaboração de toda comunidade open source é necessária para 'decolarmos' com o Project Olympus", declarou Kushagra Vaid, executivo da Microsoft. 

Via: Tech Power Up
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

A Activision acertou ao colocar músicas do Charlie Brown Jr. no Tony Hawk's 1+2

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.