Nvidia implementa novo tipo de renderização para aquiteturas "pós-Maxwell"

Depois de apresentar sua GeForce GTX 1080 Ti, a Nvidia anunciou que uma nova tecnologia de renderização está atuando em suas novas aquiteturas, o "Tile-Based Rendering". Esse recurso, basicamente, divide a tela em "telhas" e, em seguida, renderiza o quadro inteiro em uma base de quadros.

Os tamanhos comuns são 16 × 16 e 32 × 32 pixels, mas as arquiteturas Maxwell e Pascal podem avaliar dinamicamente o tamanho necessário das "telhas" para cada quadro, ajustando-os conforme a complexidade da cena. 


Essa tecnologia de renderização, encontrada normalmente em aplicações mobile, tem objetivo de deixar os dados processados ​​com um tamanho menor do que o da renderização completa da imagem - menor o suficiente para um cache L2.

Isso significa que a GPU não precisa acessar pools maiores e mais lentos de memória, reduzindo a carga no sistema da VRAM e deixando ela mais disponível para outras tarefas. Além de otimizar a VRAM, a velocidade de renderização torna-se mais rápida. 

- Continua após a publicidade -


  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

Deve ter lançamentos como leve melhorias na mesma arquitetura

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.