Xiaomi pretende fazer seu próprio chipset e lançá-lo nos próximos meses, diz jornal

De acordo com o The Wall Street Journal, a Xiaomi pretende buscar independência de empresas como Qualcomm e Mediatek e lançar seu próprio chipset nos próximos meses.

Segundo as informações, a fabricante chinesa está realizando novas pesquisas para lançar em breve o chipset Pinecone, que será exclusivo de smartphones da empresa.

Caso isso aconteça, a Xiaomi vai seguir no mesmo caminho que empresas como a Samsung, Apple e Huawei, que também possuem soluções próprias para equipar seus dispositivos, ainda que as duas fabricantes de smartphones Android acabem apelando para chipsets da Qualcomm e Mediatek frequentemente.

Sem novos anúncios da Xiaomi na MWC 2017,
 empresa chinesa não irá ao evento

Segundo o WccFTech, a empresa deve começar a testar o chipset em aparelhos de entrada e depois lançar versões mais potentes do processador. Com a mudança, a fabricante possivelmente vai cortar gastos, o que deve deixar os preços dos smartphones ainda mais competitivos.

- Continua após a publicidade -

Além disso, a Xiaomi não terá que se submeter a contratos da Qualcomm e Mediatek, o que dará mais liberdade para a empresa. O próximo topo de linha da fabricante, o Mi6, deve chegar equipado com o Snapdragon 835, mas possivelmente não será lançado tão cedo por causa de um suposto contrato de exclusividade da Samsung com a fabricante do chip.

Via: WccFTech
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Deve ter lançamentos como leve melhorias na mesma arquitetura

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.