Vazamentos de nudes diminuem mas cyberbullying continua crescendo no Brasil, segundo pesquisa da SaferNet

Segundo os dados anuais divulgados pela SaferNet, órgão que recebe denúncias e pedidos de ajuda pelo canal Helpline, o vazamento de "nudes" diminuiu em 2016. De acordo com a organização, no ano passado 301 casos foram registrados formalmente denunciando o vazamento de conteúdos pessoais - fotos íntimas. Para comparação, 2015 teve 322 casos registrados. 

A maioria das vítimas neste caso são mulheres, respondendo por 202 das 301 acusações, o equivalente a 67% dos casos.  

Apesar dos números de vazamentos de nudes diminuírem, as denúncias de cyberbullying aumentaram. A intimidação e/ou discriminação pela internet passou de 265 casos em 2015 para 321 denúncias oficiais em 2016. Assim como os vazamentos de fotos íntimas, as mulheres também foram são a maioria das vítimas, 65% do total. 


Para quem ainda não conhece a SaferNet: A SaferNet Brasil oferece o serviço de ajuda contra crimes e violações dos Direitos Humanos na internet com procedimentos efetivos e transparentes para encaminhar soluções. Além disso, há suporte governamental, parcerias com a iniciativa privada e autoridades policiais e judiciais. Você pode registrar uma denúncia por meio deste link.

Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

Deve ter lançamentos como leve melhorias na mesma arquitetura

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.