Kojima diz que não quer fazer jogos de terror porque tem pesadelos

Hideo Kojima revelou em entrevista ao IGN que não tem pressa para fazer um novo jogo de terror, como o cancelado Silent Hills, porque, "assim como Hitchcock e Spielberg", ele se assusta fácil. Isso seria uma característica que o ajuda a pensar no que pode dar medo aos jogadores, mas que também acaba lhe causando pesadelos.

"Eu me assusto muito facilmente. Aliás, isso é verdade para Alfred Hitchcock e Steven Spielberg também. Porque eles se assustam facilmente, eu me assusto facilmente, é na verdade fácil para nós fazer algo que é assustador, porque nós entendemos o que é assustador.

"Eu me assusto muito facilmente. Aliás, isso é verdade para Alfred Hitchcock e Steven Spielberg também. Porque eles se assustam facilmente, eu me assusto facilmente, é na verdade fácil para nós fazer algo que é assustador, porque nós entendemos o que é assustador.

Mas enquanto estamos nesse processo, nós estamos constantemente imaginando, tipo, situações aterrorizantes e então elas acabam me dando pesadelos. É por isso que eu não quero fazer um jogo de terror."

Mas enquanto estamos nesse processo, nós estamos constantemente imaginando, tipo, situações aterrorizantes e então elas acabam me dando pesadelos. É por isso que eu não quero fazer um jogo de terror."

A entrevista relembra o dolorido cancelamento de Silent Hills, game que havia ganhado os corações dos entusiastas do terror com sua muitíssimo bem sucedida demo/teaser P.T. Falando sobre o que tornou a demo tão boa, Kojima falou que o que ele considera realmente assustador é aquilo que nós não vemos, o que não é revelado, algo que parece normal, mas que tem "alguma coisa um pouquinho fora do ordinário". Ele comparou esse tipo de ambientação com o primeiro Alien, por exemplo, em que o monstro quase não aparece ao longo de todo o filme, aumentando o suspense e a antecipação.

As respostas completas de Kojima podem ser conferidas (em inglês) na página do IGN.

Fonte: IGN
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Qual vai ser o melhor lançamento de game em julho de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.