Com advogado do Megaupload, KickAss Torrent enfrenta governo dos EUA no tribunal

Após o KickAss Torrent ser retirado do ar na metade do ano passado, Artem Vaulin, que foi detido como dono do site na Polônia, enfrentou as autoridades do Estados Unidos no tribunal.

De acordo com o Torrent Freak, Artem Vaulin foi defendido no tribunal pelo advogado Ira Rothken, que já trabalhou em um caso de direitos autorais com Kim Dotcom, criador do Megaupload.

Assim como no caso do Megaupload, o advogado usou como argumento a falta de provas de que o KickAss Torrent infringiu direitos autorais. Segundo o advogado, o site só funciona como um distribuidor de torrents, que são hiperlinks e não arquivos de mídia.

"Os arquivos de torrent não são arquivos de conteúdo. A reprodução e distribuição de arquivos torrent não são um crime. Se um terceiro utiliza o arquivo para infringir direitos autorais isso acontece após ele deixar o KAT. Essa conduta é muito aleatória e inconsciente para se colocar a responsabilidade criminal sobre o sr. Vaulin"
- Ira Rothken, advogado do KickAss Torrent

A promotoria alegou que o site trabalha como um "bazar de pirataria" online com renda entre US$ 12.5 e US$ 22.3 milhões em anúncios. A corte de Illinois está ponderando os argumentos das partes e uma decisão sobre o caso deve ser anunciada em breve. 

Via: The Next Web
Assuntos
Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Deve ter lançamentos como leve melhorias na mesma arquitetura

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.