Vendas do PS4 aumentam e console é o mais vendido no mundo, mas isso não ajuda a Sony financeiramente

Segundo o último relatório financeiro da divisão PlayStation, o setor de games da empresa contou com um aumento de 5,2% se comparado com o mesmo período do ano anterior. As vendas arrecadaram para a fabricante japonesa US$ 5,325 milhões nos últimos meses do ano passado. 

O bom desempenho aconteceu pelo aumento na venda de jogos para PS4 - com maior influência da loja online, segundo a Sony. O headstet PlayStation VR também vendeu bem e ajudou no lucro do setor "apesar das variações cambiais dos países e redução do preço do PS4", segundo a empresa.

Playstation 4 vs Xbox One: a guerra dos jogos exclusivos em 2017

O último trimestre representa um marco para a Sony e o PS4, já que 9,7 milhões de unidades do console foram vendidas - este é o melhor resultado trimestral desde o lançamento do PlayStation 4. Isso faz com que este console seja o mais vendido da geração atual, com 53,4 milhões de videogames vendidos.

A Microsoft não divulga os números de venda do Xbox One, mas de acordo com o SuperData, as vendas do XOne somam cerca de 26 milhões de unidades. O Wii U segue em terceiro lugar com 13,5 milhões de aparelhos vendidos.

- Continua após a publicidade -

Apesar da divisão PlayStation estar em uma boa situação financeira, isso não ajuda muito a Sony como empresa no geral. O rendimento da empresa japonesa caiu no último trimestre. As divisões como cinema e mobile tiveram resultados negativos. Só a divisão mobile teve queda de 35,3% nas vendas, se comparado ao mesmo trimestre de 2015. 

  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

Deve ter lançamentos como leve melhorias na mesma arquitetura

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.