Tesla acusa ex-diretor do Autopilot de roubar informações confidenciais e projetar carro concorrente

A Tesla está acusando um ex-funcionário de roubar informações confidenciais relacionadas ao seu sistema de piloto automático chamado "AutoPilot". Sterling Anderson, o funcionário em questão, era nada menos do que o Diretor do segmento da tecnologia "Autopilot" na empresa. Segundo a acusação formal da Tesla, além dos dados roubados, Andreson também teria coagido outros empregados da companhia a participar de um projeto concorrente enquanto trabalhava na empresa. 

Tesla: conheça a fabricante de carros elétricos de Elon Musk

A Tesla entrou com uma ação contra o ex-diretor na Suprema Corte da Califórnia, em Santa Clara, Estados Unidos. O documento alega que Anderson estaria se juntando a Chris Urmson, executivo da divisão de carros autônomos da Google, para criar um veículo concorrente, com uma iniciativa de codinome "Aurora Innovation". O depoimento da fabricante de carros diz que Anderson roubou "centenas de gigabytes de dados", incluindo informações confidenciais e particulares da companhia. É dito também que o ex-diretor teria "pego um laptop da Tesla, encontrado com Urmson em sua casa e acessado um documento nominado "Recruiting targets" (metas para recrutamento).

Anderson, Urmson e a "Aurora Innovation" irão fazer sua defesa no caso assim que um juiz assumir a situação. "A ação da Tesla de monstra uma paranoia e um medo 'nada saudável' de concorrência", disse a Aurora Innovation ao Business Insider. "Isso é um abuso ao sistema legal e é um recurso malicioso para evitar concorrência e destruir reputações pessoais". 

Concorrente da Tesla, Faraday Future pode ter mentido sobre pré-venda de carro elétrico FF 91

- Continua após a publicidade -

O ex-diretor atuou na Tesla entre novembro de 2015 e dezembro de 2016, demitido exatamente por estar coagindo funcionários a montar uma parceria com ele para criar um carro concorrente. A Tesla não falou publicamente sobre o caso. 

Via: Busines Insider
Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

Deve ter lançamentos como leve melhorias na mesma arquitetura

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.